15 erros que seu Curriculo não merece!

15 erros que seu Curriculo não merece!

Quando você faz um curriculum vitae tem que pensar em quem vai recebê-lo, qual a impressão após tê-lo lido e qual será a vontade gerada naquele recrutador ao terminar de ler sua apresentação…

Não há dúvida de que normalmente se busca o melhor candidato para uma vaga, porém .. o melhor candidato à vaga nem sempre é o quem tem mais graduação, mas aquele que tem qualificação ou experiência em determinada função.

  • Grandes processos seletivos recebem inúmeros curriculos e alguns erros já fazem com que seu currículo seja descartado de plano, ainda que você seja o melhor profissional dentre os que apresentaram seus currículos para análise.

Dessa forma, não errar na hora de fazer seu curriculo é muito importante, principalmente para quem o faz pela primeira vez. Veja os principais erros a aprenda a não praticá-los:

1) Nunca tenha o mesmo Currículo para todas as vagas de emprego

Todo currículo deve ser elaborado em relação à vaga que se pretende. Curriculum vitae padrão, genérico, são facilmente identificados como “formulários” e nunca lhe dará a vaga pretendida. As empresas desejam candidatos realmente interessados e esses fazem um currículo destinado àquela vaga oferecida. Nesse currículo tem que haver informações sobre “como” e “porque” você se encaixa na vaga oferecida.

2) Nunca coloque fotos, a não ser quando exijam.

Mesmo que você tenha uma boa aparência, fotos em currículos já não impressionam mais. A única ressalva é se a vaga for para modelos de desfile ou figurantes de empresa televisiva. Em empresas pequenas também onde o cargo é o de atendente pode haver alguma exigência, porém nesse caso é melhor informar no currículo “boa aparência” do que inserir a foto.

3) Nunca coloque frases apelativas pedindo a vaga.

As empresas estão interessadas em suas qualidades, não nos seus problemas. Por isso, não insira os fatos que justificam a busca da vaga, seja qual for o emprego almejado, já que você corre o risco também de ter uma contratação perdida. Também não se ofereça para o trabalho na empresa gratuito, empresas não fazem isso inclusive podem ser penalizadas pelas Leis Trabalhistas se algum trabalhador não tiver registro e ganhar menos do que 1 salário-mínimo: conclusão, de imediato o recrutador vai jogar no lixo seu currículo, chamando ainda você de burro (a).

4) Seu CURRICULUM VITAE se for em impresso, use folha de cor branca!

Nos curriculos, menos é mais! Não invente imprimindo seu currículo em folhas de alto relevo ou coloridas, não pega bem. Se tiver algum erro, também não corrija com caneta, reimprima seu currículo. A apresentação deve ser limpa, objetiva e honesta. Sua apresentação deve ser feita em papel A4 em uma impressora e papel de boa qualidade.

5) Use fontes padrões e nunca use fontes “estilosas”

Seu currículo deve sempre ser impresso nas fontes comerciais ou profissionais como Calibri, Verdana, Georgia, Arial, Times New Roman. Não use fontes engraçadas como Comic Sans ou rebuscadas com letras desenhadas ou similares.

6) Informe com sinceridade e nunca coloque mentiras no Currículo

Muitos candidatos são pegos em entrevistas por mentir nos currículos. O mais comum é a respeito do domínio de outras línguas. Se você se declarar fluente em alguma língua, como o inglês, prepare-se para falar com o entrevistador nessa língua, caso contrário estará imediatamente eliminado!

7) Não cometa erros tipográficos ou gramaticais

Se você não é bom em escrita, peça ajuda. Se for o caso, pague para que alguém corrija ou redija corretamente seu currículo. Um currículo com erros gramaticais representa “lixo”. Mal escrito transmite ao recrutador a noção de que você não sabe escrever direito e até que você não está tão interessado no cargo. Ainda que você utilize o corretor ortográfico do computador, peça sempre para alguém ler e ver se não tem erros.

8 ) Menos é mais, escreva só o necessário.

Qualidades pessoais só devem ser inseridas no currículo se estiverem diretamente ligadas com o cargo almejado e for interessante para a empresa saber que você a tem. Caso contrário, nunca insira ela no seu currículo. Muitas pessoas acrescentam dotes culinários, cursos esdrúxulos ou estritamente pessoais no curriculo para ter mais informações e isso acaba contribuindo para o “desgosto” do recrutador.

9) Informações importantes devem ser detalhadas

Os recrutadores se interessam sobre informações diretamente ligadas à sua capacidade para o cargo, portanto, quando for citar sucessos ou fatos específicos, detalhe para transmitir a complexidade da tarefa que deseja repassar:

Exemplo: “Trabalhei com vários funcionários na empresa concorrente.”.

Ficaria bem mais interessante assim: “Recrutei, contratei, auxiliei na formação e bom desempenho de mais de 15 colaboradores na empresa concorrente que acarretou um aumento significativo de clientes cativos  e fidelidade da clientela.”

10) Não interessam seus números: conta bancária, título de eleitor, MSN e identidade – NÃO insira no Currículo!

Seu curriculum vitae conterá apenas informações NECESSÁRIAS. Lembre-se: recrutadores NÃO QUEREM NÚMEROS DE DOCUMENTOS.

11) Ressalte suas Responsabilidades e não suas Realizações

Você até pode citar passageiramente algumas realizações na Carta de Apresentação do seu Currículo, mas no currículo em si você deve listar suas responsabilidades e características como profissional, exemplo, em vez de:

• Atualizei todos os arquivos do departamento pessoal.

Explique melhor suas condutas detalhadamente:

• Reorganizei arquivos sem uma ordem e indexação necessárias acumulados em 8 anos, auxiliando na facilidade de acesso aos funcionários do departamento de pessoal.

11) Número de Páginas nos Currículos

Currículos longos ou breves, objetivos ou detalhados, são bons ou ruins? Resposta: depende de quem lê, não há uma regra específica, pois as expectativas das empresas são diferenciadas no que se refere à apresentação de candidatos.

Contudo, currículo longo também não ajuda em nada, as vezes até afasta o interesse pelo candidato. O ideal mesmo é que o currículo não tenha mais do que 2 páginas, isso se houver informações de que haja a necessidade da segunda página. Caso contrário, melhor mesmo é apostar em uma única folha de rosto.

12) Clareza nos seus Objetivos Profissionais

Não diga genericamente que você está em busca de desafios profissionais até então não encontrados ou que lhe faça lutar por diferencial na sua carreira.. Frases genéricas ou idealistas como estas também fazem o recrutador perder a graça com o candidato. Use frases concretas, mais humanas e realistas: “procuro uma vaga que ofereça crescimento pessoal, principalmente no relacionamento entre os colaboradores”. Seja mais específico, se possível: “Operador de Telemarketing focado em atendimento diferenciado para aumento de vendas, principalmente com abordagens em horários e locais específicos que facilitem a venda.”

13) Informações relevantes

Alguns empregos curtos e não relevantes podem ser excluídos do seu currículo, porém, as qualificações apreendidas nessas experiências (ética, trabalho coletivo, responsabilidade e pontualidade) podem ser interessantes para o recrutador. Liste pelo menos suas 3 últimas experiências de trabalho, com foco nas qualidades ligadas à vaga que você procura. Dessa forma, se o seu primeiro emprego, há 10 anos, tiver ligação com a vaga pretendida, é importante mencioná-lo.

14) Aspecto visual do Currículo

Currículos mal impressos, com mal formatação e disposição no papel gera dificuldades para leitura e negatividade ao se manusear sua apresentação. Deve ser limpo e não dar aquela impressão de “poluição visual”.

15) Dados para contato corretos NUNCA coloque música no toque do celular

IMAGINE se um recrutador ligar para você e ouvir a música do seu time de futebol favorito? Ele não vai esperar terminar a primeira frase e lixo, seu currículo será jogado fora. O mesmo acontecerá se ele te ligar e houver a informação de que o número discado está incorreto. Indique sempre mais do que um número de telefone. Nunca confie em “telefones para recado”, e sempre substitua os currículos se houver mudança de telefone. Por fim, indique SEMPRE a operadora do número de celular indicado, isso mostra que você tem responsabilidade quanto aos gastos da empresa que oferece a vaga.

Boa sorte!